Perda de colágeno: como proteger o colágeno da pele

Pele naturalmente saudável, brilhante e com aparência mais jovem – esse é o objetivo, certo?

À medida que envelhecemos, nosso corpo produz menos colágeno; a proteína envolvida com a força e elasticidade da pele. O tempo faz com que esse colágeno se degrade, levando às rugas que todos associamos ao envelhecimento.

E se você pudesse pressionar uma pausa na perda de colágeno do seu corpo?

Na pele jovem, o colágeno representa mais de 70% do peso seco da derme normal. O colágeno ajuda a pele a ter uma aparência suave e saudável. À medida que envelhecemos, no entanto, as fábricas de colágeno do nosso corpo reduzem a produção, fazendo com que a pele fique mais fina.

Leia mais em Bottox Caps

Com essas cinco dicas, você pode fazer mudanças no estilo de vida que têm um grande impacto na perda de colágeno da pele.

Restaure sua pele com essas dicas de produção de colágeno!

1. Mude sua dieta

Várias opções de estilo de vida podem afetar sua pele, fazendo com que pareça frágil e fraca. Os fatores que causam a perda de colágeno incluem:

  • Poluição
  • Fumar
  • Raios ultravioleta
  • Estresse
  • Cafeína

Todos esses fatores podem produzir radicais livres na pele, que quebram as fibras de colágeno. Como resultado, o colágeno começa a afinar, fazendo com que sua pele pareça flácida e enrugada.

Enquanto somos mais jovens, nosso corpo luta contra esses fatores, mantendo o ritmo para produzir o colágeno de que nossa pele precisa para parecer saudável. Por volta dos 35 anos, no entanto, ocorre perda de colágeno à medida que nossas células produtoras de colágeno começam a desacelerar.

Movimentos repetitivos, como franzir a testa e semicerrar os olhos, causam rugas na pele. A pele não tem colágeno suficiente para preencher esses espaços, fazendo com que os vincos se tornem rugas permanentes.

Felizmente, fazer mudanças no estilo de vida  agora pode ajudar a promover o estímulo da colagem a longo prazo. Por exemplo, você pode começar a cortar sua xícara de café matinal.

Você também pode adicionar frutas e vegetais ricos em antioxidantes para ajudar sua pele a combater a perda de colágeno.

Alimentos para Adicionar

Quando comemos proteínas, nosso corpo a decompõe em aminoácidos. Isso permite que o corpo absorva os nutrientes de que necessita, como ácidos graxos ômega-3 e vitamina A. Para adicionar esses nutrientes em sua dieta diária, procure:

  • Atum
  • Salmão
  • Sardinhas
  • Cavalinha
  • arenque
  • Sementes de chia
  • Sementes de linhaça
  • Nozes
  • Fígado
  • óleo de fígado de bacalhau

Essas proteínas podem ajudar efetivamente seu corpo a produzir mais colágeno.

Frutas e vegetais que ajudam a aumentar a produção de colágeno incluem:

  • pimentões
  • Bagas (framboesas, mirtilos, amoras)
  • Frutas tropicais (manga, kiwi, abacaxi, goiaba)
  • Feijões
  • Folhas verdes (acelga, couve, espinafre)
  • Citrus (laranjas, limões, toranjas, limas)

Você também pode misturar caldo de osso, alho, feijão e clara de ovo em sua dieta. Com esta combinação de alimentos, você pode começar a combater a produção natural de colágeno para uma pele saudável e brilhante.

Alimentos a evitar

Cortar alguns alimentos também pode ajudar sua pele. Para começar, fique de olho no consumo de açúcar e carboidratos. Ambos podem causar inflamação e danificar o colágeno da pele.

Em vez disso, priorize frutas e vegetais ricos em minerais, bem como alimentos de origem animal e vegetal ricos em proteínas.

Nutrientes extras

Outros nutrientes que podem combater a perda de colágeno nas células da pele incluem vitamina C, zinco e cobre.

2. Antioxidantes e protetor solar

A superexposição aos raios UVA do sol também pode prejudicar a estimulação do colágeno.

Nossos corpos precisam de cerca de duas horas de luz solar ao longo de dois dias para que as enzimas que degradam o colágeno sejam ativadas. Com a aplicação frequente de filtro solar, você pode proteger sua pele e manter a produção de colágeno.

Comece usando um FPS 30 de amplo espectro ou superior. Certifique-se de aplicá-lo mais de uma vez por dia se for provável que sue em algumas horas.

Sua pele também precisa de antioxidantes para aliviar a inflamação e neutralizar os radicais livres prejudiciais. Os antioxidantes também podem estimular a produção de novo colágeno do corpo,  ao mesmo tempo que protegem o colágeno existente.

Produtos que combinam antioxidantes e vitamina C são ótimos para a pele. Iremos nos aprofundar nos dois ingredientes abaixo.

3. Ingredientes de construção de colágeno

Mudar sua dieta e usar protetor solar pode proteger o colágeno existente enquanto aumenta a produção de colágeno. Você também pode encontrar produtos com esses ingredientes construtores de colágeno para nutrir ainda mais sua pele.

Derivados da vitamina A

Alguns produtos de hidratação da pele incluem derivados da vitamina A, que podem ajudar a aumentar os níveis de procolágeno (o precursor do colágeno). O ácido retinóico prescrito e o retinol estimulam as células do corpo que auxiliam na produção de colágeno.

Ambos os ingredientes também organizam o colágeno existente em seu corpo.

No entanto, algumas pessoas acham que esses ingredientes irritam a pele. Se estiver usando produtos com retinol, limite-se a uma porção do tamanho de uma ervilha para todo o rosto.

Aloe

Muitas pessoas já usam o gel de aloe vera para acalmar a pele após uma queimadura solar. Também é útil para aliviar erupções cutâneas. No entanto, você também pode tomar um extrato de Aloe, chamado Aloe sterols, por via oral.

Este estudo reconheceu a capacidade do aloe de:

  • Estimular o crescimento nas células corretas
  • Aumentar a produção de ácido hialurônico e colágeno
  • Reduz o aparecimento de rugas faciais

Aloe é usado como um creme tópico, bem como um suplemento oral.

Vitamina C

Nossos corpos não conseguem produzir vitamina C por conta própria, por isso é importante obter essa vitamina de frutas e verduras.

A vitamina C desempenha um papel importante na proteção da pele e na criação de colágeno adicional. Ao adicionar esta vitamina à sua dieta, você pode proteger o colágeno que já possui enquanto aumenta a produção natural do seu corpo.

Muitos produtos para a pele também adicionam vitamina C a seus cremes.

Você também pode encontrar vitamina C em:

  • Brócolis
  • Morangos
  • Mamão
  • Vegetais folhosos (espinafre e couve)
  • Frutas cítricas (laranjas, limas, toranjas)

Se a vitamina C não estiver listada como ingrediente em seus produtos atuais, você pode tomá-la como um suplemento oral.

Ácido hialurônico

De acordo com este estudo , o ácido hialurônico pode ajudar a aumentar a produção natural de colágeno do corpo humano. Como um composto importante para a criação de colágeno, o ácido hialurônico pode ajudar a fortalecer a elasticidade da pele.

Embora esteja disponível como suplemento, você também pode adicionar ácido hialurônico à sua dieta por meio de alimentos ricos em aminoácidos . Isso inclui soja, raízes e feijão.

Peptídeos e fatores de crescimento

Os peptídeos são mensageiros no corpo que dizem às células para aumentar a produção de colágeno.

Os fatores de crescimento, por outro lado, estimulam os fibroblastos e as células-tronco do corpo. Isso estimula a produção de novas células e colágeno.

Os peptídeos e fatores de crescimento têm menos probabilidade de irritar a pele do que a vitamina A. No entanto, você precisará usar esses ingredientes por mais tempo para notar um efeito. Considere o uso de retinóides à noite, depois peptídeos e fatores de crescimento pela manhã para equilibrar seu regime de cuidados com a pele.

O que fazer para parar de sofrer com a ejaculação precoce

A importância de um estilo de vida saudável para retardar a ejaculação

Conhecer o seu corpo é importante; mas também é necessário mantê-lo e manter sua higiene mental.

A comida desempenha um papel importante na sexualidade em geral.

Adote uma dieta saudável (com baixo teor de sal e gordura), beba muita água, incorpore plantas ou os chamados temperos afrodisíacos em sua dieta…

Praticar esportes também é um fator importante para uma vida sexual plena.

Temos notado através de vários estudos médicos, o impacto benéfico do esporte na qualidade das ereções. 

Em uma escala maior, o exercício o ajudará a retardar melhor a ejaculação depois.

O sono também é benéfico para a sexualidade.

O sono saudável permite que o cérebro regule uma série de secreções hormonais, promovendo assim nosso desempenho psicológico e físico.

Como controlar a ejaculação?

Fatores psicológicos costumam ser a causa raiz da disfunção erétil.

Mas também podem levar à ejaculação precoce.

Ansiedade, estresse ou depressão são fatores que promovem a ejaculação precoce.

Nossa mente está “em outro lugar” e gera uma série de consequências físicas, como uma diminuição na produção de dopamina, oxitocina ou serotonina.

Sabemos que esses neurotransmissores têm um forte impacto na libido.

Às vezes, a psicoterapia é suficiente para resolver esse problema da ejaculação precoce.

Costumamos falar sobre a contribuição benéfica do sexo para a saúde, mas também é importante enfatizar que devemos ter boa saúde (mental e física) para que nossa vida sexual seja satisfatória.

Como acalmar a excitação em humanos?

É corretamente pensado que a excitação tem um efeito sobre a ocorrência da ejaculação: pode acelerá-la ou retardá-la. 

No entanto, técnicas como “pensar em outra coisa” durante o sexo não são eficazes.

Por quê ?

Muito simplesmente porque o prazer diminui; embora a relação sexual dure um pouco mais, a relação sexual não será verdadeiramente satisfatória.

Você deve, portanto, ser capaz de controlar sua excitação, é claro, mas de maneira adequada: por exemplo, trabalhando sua respiração e diminuindo sua freqüência cardíaca.

Sabemos que a ejaculação é um reflexo e que a respiração causa contrações musculares; diminuir a frequência cardíaca também pode atrasar a ejaculação.

O melhor é discutir isso com um terapeuta sexual online para trabalhar em exercícios psicológicos e físicos específicos.]

Veja também: Macho Power Funciona?

Quais são os medicamentos para a ejaculação precoce?

Sim, existem medicamentos para retardar a ejaculação (Fortacin e Priligy), se apesar do trabalho psicológico e físico persistir um problema semelhante à ejaculação precoce.

É importante lembrar que esses medicamentos devem ser prescritos a você, para que não envolvam nenhum risco e , principalmente, que sejam adaptados .

Fatores biológicos relacionados à ejaculação precoce podem ser resolvidos com a ajuda de cremes anestésicos e certos antidepressivos.

Em conclusão , o controle da ejaculação é aprendido ao longo da vida sexual; entretanto, certos estados físicos ou mentais podem prejudicar a sexualidade e requerem a ajuda de um terapeuta sexual .

Existem soluções naturais para parar de chegar cedo?

Hoje, existe apenas um medicamento em comprimidos autorizado para tratar a ejaculação precoce: é a dapoxetina (priligy). 

A vantagem é que esse medicamento é eficaz. Isso diminui a excitação.

Por outro lado, precisa ser tomado de vez em quando, o que pode ser uma desvantagem.

O outro medicamento autorizado é aplicado na forma de creme (fortacin). 

Em resumo, existem apenas duas soluções oficiais para curar a ejaculação precoce.

E as soluções naturais?

Como você entendeu, se houvesse uma cura milagrosa, seria do conhecimento de todos. 

No entanto, as soluções naturais podem estar relacionadas ao estilo de vida e ao treinamento.

Biotina e crescimento de cabelo

Muitas pessoas juram que os suplementos de biotina promovem o crescimento do cabelo, embora essa conexão seja controversa.

Crescimento geral do cabelo

A biotina desempenha um papel fundamental no crescimento do cabelo devido ao seu papel na síntese de queratina. A queratina é a principal proteína que compõe a estrutura do cabelo e contribui para um fio de cabelo forte e saudável (6Fonte confiável)

Os níveis de biotina muito baixos podem levar a um crescimento deficiente e queda de cabelo. No entanto, considerando que a maioria das pessoas tem níveis adequados, adicionar mais à sua dieta por meio de suplementos provavelmente não ajudará.

Na verdade, embora os anúncios possam alegar que esses suplementos promovem o crescimento do cabelo, estudos limitados em grande escala apóiam isso.

Em uma revisão de 2017, os suplementos de biotina foram encontrados para aumentar o crescimento do cabelo em pessoas com uma deficiência subjacente do nutriente. No entanto, devido à raridade dessa deficiência, os autores concluíram que esses suplementos não são eficazes para a população em geral

Além disso, não há nenhuma evidência para apoiar que os suplementos de biotina promovem o crescimento do cabelo.

Calvície masculina

A calvície de padrão masculino , ou alopecia androgenética masculina (MAA), é a perda gradual de cabelo no couro cabeludo. Com 30-50% dos homens experimentando algum grau de MAA por volta dos 50 anos, muitos estão procurando maneiras de evitar mais queda de cabelo.

Em uma revisão de 2019, os pesquisadores descobriram que os homens com MAA tinham níveis ligeiramente mais baixos de biotina do que aqueles sem queda de cabelo. No entanto, a diferença não foi significativa o suficiente para indicar uma ligação direta entre biotina e MAA.

Leia mais em: Follichair funciona

Além desta revisão, parece não haver estudos clínicos sobre suplementos de biotina e queda de cabelo masculino, embora existam alguns estudos em mulheres.

Um ensaio duplo-cego controlado por placebo em 30 mulheres com perda de cabelo percebida descobriu que a suplementação com um suplemento de proteína marinha contendo uma quantidade não revelada de biotina melhorou significativamente o crescimento e o volume do cabelo após 90 dias.

Embora promissor, não se sabe se os participantes tinham uma deficiência de biotina existente e se os mesmos resultados seriam encontrados em homens.

Além disso, o suplemento continha outros nutrientes conhecidos por promover o crescimento do cabelo, como aminoácidos, zinco e vitamina C, então não está claro se a biotina afetou os resultados.

Portanto, é provável que a suplementação só seja garantida em pessoas com deficiência de biotina, embora mais pesquisas sejam necessárias.

Se você estiver enfrentando queda de cabelo, é melhor falar com um profissional de saúde para determinar se há alguma causa subjacente.

RESUMOA pesquisa limitada apóia que os suplementos de biotina auxiliam no crescimento do cabelo, especialmente naqueles sem uma deficiência existente do nutrientes

Saiba mais no site oficial Follichair

Precauções

Embora não haja efeitos colaterais conhecidos do excesso de biotina, existem outras preocupações significativas com os suplementos de biotina.

Falsos testes de laboratório

Os suplementos de biotina são conhecidos por interagir com certos testes de diagnóstico que usam a tecnologia biotina-estreptavidina, e isso pode levar a resultados incorretos.

Essa tecnologia é comumente usada em testes que medem os níveis de vitamina D, hormônio e tireóide. Na verdade, descobriu-se que a biotina interfere no diagnóstico da doença de Graves e hipotireoidismo.A ingestão excessiva desta vitamina também foi associada à medição dos níveis de falsa troponina – usada para indicar ataques cardíacos – levando ao retardo do tratamento e até mesmo à morte.

Portanto, se você estiver tomando um suplemento de biotina e receber algum teste diagnóstico, é importante informar o seu médico.

Interações medicamentosas

A biotina é conhecida por interagir com certos medicamentos. Por exemplo, medicamentos para apreensão como carbamazepina (Tegretol), fenitoína (Dilantin), primidona (Mysoline) e fenobarbital (Luminal) podem reduzir os níveis desta vitamina em seu corpo.

Embora não haja muitas interações medicamentosas conhecidas com esses suplementos, é melhor divulgar quaisquer suplementos que você esteja tomando com seu médico.

RESUMOAltos níveis de biotina podem interferir em vários testes de diagnóstico, levando a resultados falsos. Certifique-se de falar com seu médico se estiver tomando esses suplementos.

O resultado final

A biotina é um suplemento popular, anunciado como uma forma de crescer cabelos saudáveis.

Embora a queda de cabelo seja um efeito colateral da deficiência de biotina, a maioria da população tem níveis adequados do nutriente porque está amplamente disponível nos alimentos e é produzido no corpo.

Embora as vendas estejam disparando, apenas pesquisas limitadas apóiam o uso de suplementos de biotina para o crescimento do cabelo – especialmente em homens.

Portanto, se você está procurando uma solução para um cabelo mais saudável, é melhor pular esses suplementos e optar por alimentos ricos em biotina.

O consumo de espirulina ajuda a emagrecer?

O consumo de espirulina é uma forma de suplementar proteínas e vitaminas na dieta das pessoas sem efeitos colaterais notáveis.

Uma colher de sopa ou 7 gramas (g) de espirulina seca contém :

  • 20 calorias
  • 4,02 g de proteína
  • 1,67 g de carboidrato
  • 0,54 g de gordura
  • 8 miligramas (mg) de cálcio
  • 2 mg de ferro
  • 14 mg de magnésio
  • 8 mg de fósforo
  • 95 mg de potássio
  • 73 mg de sódio
  • 0,7 mg de vitamina C

Ele também contém tiamina, riboflavina, niacina, folato e vitaminas B-6, A e K.

Tomar espirulina, como parte de uma dieta balanceada, pode ajudar uma pessoa a se manter bem nutrida.

2. Perder peso

As pessoas geralmente podem perder peso se comerem menos calorias do que consomem. A espirulina é um alimento rico em nutrientes e baixo teor calórico que contém uma grande quantidade de nutrientes em uma pequena quantidade de pó. A introdução da espirulina na dieta pode ajudar as pessoas a perder peso sem perder nutrição.

Os resultados de um ensaio duplo-cego controlado por placebo de 2016 sugerem que a espirulina pode ajudar no controle de peso. No estudo, as pessoas que estavam com sobrepeso e comeram regularmente espirulina por 3 meses apresentaram melhora no índice de massa corporal ou IMC .

3. Melhorar a saúde intestinal

A espirulina pode ser digerida facilmente por causa de sua estrutura, onde as células não têm paredes fibrosas e duras. Mas o consumo pode melhorar a saúde intestinal?

Mais pesquisas em humanos são necessárias, mas estudos com animais indicam que a espirulina pode ajudar na saúde intestinal com o envelhecimento. Um estudo de 2017 em ratos mais velhos sugere que a espirulina pode preservar bactérias intestinais saudáveis ​​durante o processo de envelhecimento.

A espirulina não contém muitas fibras, por isso é essencial incluir na dieta outros alimentos saudáveis ​​para os intestinos e ricos em fibras.

4. Gerenciando diabetes

A espirulina se mostra promissora como forma de controlar os sintomas do diabetes . Porém, mais pesquisas são necessárias antes que os médicos possam recomendá-lo.

Um estudo de revisão de 2018 descobriu que a suplementação com espirulina reduziu significativamente os níveis de glicose no sangue em jejum. O açúcar elevado no sangue em jejum é um problema comum em pessoas com diabetes tipo 1 e 2. Isso sugere que os suplementos de espirulina podem ajudar as pessoas a controlar o diabetes.

Esses resultados sugerem que a espirulina se mostra promissora como um alimento para apoiar o controle do diabetes tipo 2 .

Saiba mais em: Everslim bula

Um estudo animal de 2017 apóia a ideia de que a espirulina pode ajudar a controlar o diabetes. Neste estudo, os pesquisadores deram a ratos com diabetes tipo 1 extrato de espirulina por via oral. Como resultado, os ratos mostraram:

  • diminuir o açúcar no sangue
  • níveis mais altos de insulina
  • marcadores de enzima hepática melhorados

Os pesquisadores observam que o efeito antioxidante da espirulina pode ser útil no tratamento do diabetes tipo 1.

5. Reduzindo o colesterol
Estudos sugerem que os suplementos de espirulina podem reduzir o colesterol total.

Tomar o extrato de espirulina pode ajudar a reduzir os níveis de colesterol . O colesterol é uma gordura prejudicial à saúde no sangue de uma pessoa que os especialistas médicos associam a doenças cardíacas .

Uma revisão sistemática e meta-análise de 2016 sugere que tomar suplementos de espirulina pode ter um impacto positivo sobre os lipídios do sangue, que são gorduras no sangue. No estudo, a espirulina reduziu significativamente o colesterol total e diminuiu o LDL – colesterol “ruim”, enquanto aumentava o HDL – “bom” – colesterol.

Um estudo de 2013 também apóia essa alegação de saúde. Os pesquisadores descobriram que tomar 1 g de espirulina todos os dias reduziu o colesterol total dos participantes após 3 meses.

6. Reduzindo a pressão arterial

Conforme discutido acima, a espirulina pode reduzir o colesterol e também há evidências de que pode ajudar a controlar a pressão arterial de uma pessoa .

Um estudo de pequena escala de 2016 descobriu que comer espirulina regularmente por 3 meses reduziu a pressão arterial das pessoas quando elas estavam com sobrepeso e hipertensão .

Conheça também o site oficial Everslim

7. Prevenção de doenças cardíacas

A pressão arterial elevada e os níveis de colesterol estão ambos ligados a doenças cardíacas. Como a espirulina pode reduzir esses dois fatores de risco, é possível que ajude a prevenir doenças cardíacas?

Uma revisão de 2013 sugere que essas algas verde-azuladas podem desempenhar um papel na prevenção de doenças cardíacas. Isso pode ser devido aos seus efeitos redutores do colesterol, antiinflamatórios e antioxidantes.

8. Estimular o metabolismo

Tomar espirulina pode ajudar a aumentar o metabolismo de uma pessoa. Uma taxa metabólica mais elevada pode fazer a pessoa sentir como se tivesse mais energia. Também pode aumentar o número de calorias queimadas por dia, o que pode ajudar na perda de peso.

Em um estudo em pequena escala de 2014 , pessoas que tomaram 6 g de espirulina por dia tiveram efeitos metabólicos benéficos, juntamente com perda de peso e melhor qualidade de vida relacionada à saúde.

As pessoas neste estudo tinham doença hepática gordurosa não alcoólica e, portanto, mais pesquisas são necessárias para ver se a espirulina pode aumentar o metabolismo em outras pessoas sem essa condição.

9. Reduzindo os sintomas de alergia

Quando uma pessoa tem alergia a pólen, poeira ou animais de estimação, a parte interna do nariz pode inchar. Essa reação é chamada de rinite alérgica . Há algumas evidências de que a espirulina pode ajudar a melhorar os sintomas dessa condição.

Um estudo de 2013 afirma que a espirulina pode aliviar a inflamação nasal e reduzir a histamina no corpo. Em comparação com um placebo , pode reduzir os sintomas de rinite alérgica, incluindo:

  • coriza
  • espirros
  • congestão nasal
  • coceira

Uma revisão de 2011 observa que há uma quantidade razoável de evidências para os efeitos positivos da espirulina na rinite alérgica, mas que estudos maiores são necessários antes que os pesquisadores conheçam o verdadeiro impacto.

10. Ação antitóxica

Em certas partes do mundo, as pessoas correm o risco de ser envenenadas por água potável contaminada e outras fontes de poluentes. As primeiras pesquisas sugerem que a espirulina pode oferecer uma maneira de tratar as pessoas afetadas.

Uma revisão posterior de 2016 descobriu que a espirulina tinha propriedades antitóxicas que poderiam neutralizar os poluentes no corpo, incluindo:

  • arsênico
  • fluoreto
  • ferro
  • conduzir
  • mercúrio

Os autores da revisão sugerem que a espirulina pode ser uma substância útil para uso junto com o tratamento clínico de envenenamento por poluentes.

11. Apoiando a saúde mental

Um artigo de 2018 destaca o papel potencial que a espirulina pode desempenhar no tratamento de transtornos de humor.

A teoria é que a espirulina é uma fonte de triptofano. O triptofano é um aminoácido que suporta a produção de serotonina . A serotonina desempenha um papel importante na saúde mental .

Pessoas com certas condições de saúde mental, como depressão e ansiedade , podem ter níveis reduzidos de serotonina. Tomar suplementos de triptofano para manter níveis saudáveis ​​de serotonina pode desempenhar um papel no apoio ao bem-estar mental.

Os pesquisadores precisam realizar mais ensaios clínicos antes de saber o verdadeiro papel da espirulina no apoio à saúde mental.

CALVÍCIE PRECOCE – O QUE FAZER? SINAIS, CAUSAS, PREVENÇÃO

Dentro dos limites normais, um adulto perde cerca de cem fios de cabelo por dia. No entanto, se o cabelo ficar visivelmente mais fino e começar a cair em grandes quantidades, e manchas calvas se formarem no couro cabeludo, é mais provável que seja um processo patológico denominado alopecia ou calvície.

Infelizmente, o problema da calvície pode acometer não só os homens, mas também as mulheres, e em idade bastante precoce (em alguns casos, mesmo imediatamente após a puberdade). As causas da queda precoce de cabelo comuns a ambos os sexos são divididas em dois grupos:

  • interno (estes incluem doenças autoimunes, hormonais, predisposição hereditária);
  • externas (incluem várias infecções, condições de estresse crônico, lesões no cabelo e no couro cabeludo, cuidados com os cabelos inadequados, penteados apertados em mulheres).

Além disso, a calvície precoce pode ser causada por várias doenças (diabetes, doenças do trato gastrointestinal, rins, glândula tireóide, etc.) e / ou por tomar medicamentos – por exemplo, antidepressivos, beta-bloqueadores e alguns antibióticos.

RAZÕES PARA O PRIMEIRO BALDING DE HOMENS E MULHERES

Para cada sexo, há uma série de fatores adicionais que são mais prováveis ​​de causar queda de cabelo em uma idade jovem. Portanto, nos homens, esses fatores incluem:

  • atividade física excessiva, que pode incluir não apenas trabalho físico pesado, mas “processamento” na academia;
  • um nível elevado de testosterona no corpo, especialmente na presença de uma alta sensibilidade dos folículos capilares aos hormônios masculinos.

O belo sexo pode perder cabelo pelos seguintes motivos:

  • alterações hormonais durante a gravidez e o período pós-parto; a quantidade de estrogênio no corpo de uma mulher grávida aumenta, a partir do qual a linha do cabelo fica mais espessa, mas após o parto esse hormônio “cai”, o que causa queda temporária de cabelo;
  • em alguns casos – tomar anticoncepcionais orais hormonais, bem como interrupção abrupta.

Em uma idade mais madura, a causa da alopecia feminina, até a formação da calvície, também pode ser a menopausa. Neste caso, como após a gravidez, o cabelo cai devido à diminuição dos níveis do hormônio estrogênio.

Uma das causas comuns de queda de cabelo na juventude é a hereditariedade. O gene da calvície é transmitido tanto para as linhas paternas quanto para as maternas.

Outro tipo comum de perda de cabelo é a chamada alopecia androgenética. De acordo com as pesquisas mais recentes, o “culpado” aqui é um hormônio especial, a diidrotestosterona (DHT), um derivado da testosterona. A alopecia androgênica é geralmente encontrada em homens, mas na presença de desequilíbrio hormonal com aumento da testosterona, ela pode ultrapassar as mulheres.

A falta de nutrientes também pode afinar significativamente o cabelo – portanto, nem homens nem mulheres são recomendados a aderir a dietas mono e rígidas, negando ao corpo vitaminas e aminoácidos essenciais. No entanto, o excesso de algumas vitaminas, principalmente vitamina A, também pode causar queda de cabelo descontrolada.

PREVENÇÃO E TRATAMENTO DE FARDOS ANTES

As medidas preventivas contra a queda de cabelo devem ser tomadas continuamente, sem esperar pelos primeiros sinais – especialmente se você for conhecido por ter uma predisposição genética para a calvície.

A prevenção pode incluir uma ampla gama de medidas, as mais eficazes das quais são as seguintes:

  • estimulação da massagem na cabeça para melhor irrigação sanguínea dos folículos capilares;
  • uma dieta balanceada com uma dieta normal;
  • a rejeição de maus hábitos ajudará a fortalecer e “reviver” significativamente a linha do cabelo;
  • sono completo;
  • atividade física obrigatória, mas sem “bater recordes”;
  • higiene e cuidado do cabelo com produtos adequados ao seu tipo de cabelo.

E, claro, tente evitar o estresse, embora isso seja muito difícil em nossa época.

Leia mais em: Folichair

Se, apesar das medidas tomadas, os cabelos ainda começarem a rarear e cair em quantidades muito maiores do que o normal, é necessário consultar um especialista: tricologista, dermatologista, endocrinologista. Esses médicos estão recebendo consultas na clínica geral “Oxford-Medical”, resolvendo com sucesso o problema da queda precoce de cabelo em homens e mulheres.

Dependendo do diagnóstico, a queda de cabelo patológica é corrigida por um ou mais métodos modernos, que incluem:

  • terapia hormonal;
  • mesoterapia;
  • eletroforese;
  • massagens profissionais, com uso de medicamentos terapêuticos de uso externo;
  • medicamentos para administração oral.

6 regras seguras para uma dieta baixa em carboidratos

Mudar para uma dieta baixa em carboidratos está se tornando uma tendência cada vez mais feita para perder peso. Se feita de maneira adequada, essa dieta não só ajudará você a ganhar o peso ideal, mas também a deixará mais saudável. No entanto, se o método estiver errado, o efeito pode ser ainda pior. Veja a seguinte explicação:

O que é uma dieta baixa em carboidratos?

Uma dieta baixa em carboidratos é aquela que limita a quantidade de carboidratos e aumenta o consumo de proteína e gordura.

Existem diferentes tipos de dietas de baixo carboidrato, por exemplo, dieta cetogênica, eco-atkins, dieta de Hollywood, dieta zonal, dieta Dukan, dieta paleo e assim por diante. Cada uma dessas dietas tem certas regras com o mesmo princípio: a ingestão de carboidratos deve ser baixa.

Como fazer uma dieta baixa em carboidratos com segurança?

1. Beba mais água!

Quando você muda para uma dieta baixa em carboidratos, seu corpo experimenta mudanças no metabolismo.

Em pessoas que estão em uma dieta pobre em carboidratos e substituem por uma alta ingestão de gordura, o corpo experimentará cetose. A cetose é uma condição em que o corpo humano produz cetonas que seriam usadas como combustível, porque não há mais combustível dos carboidratos.

Essas cetonas serão então excretadas na urina. Quanto maior o teor de cetonas no corpo, mais ele deve ser excretado na urina. O risco de desidratação aumenta. Portanto, beba mais para evitar a possibilidade de desidratação.

2. Não se esqueça das fibras

A fibra está incluída no grupo dos carboidratos, mas a fibra não pode ser absorvida pelo corpo, não produz energia e não afeta o nível de açúcar no sangue. A fibra, na verdade, protege o corpo da constipação, um dos efeitos colaterais que costuma ocorrer quando uma pessoa muda sua dieta.

Exemplos de fontes de fibra são vegetais. Os vegetais contêm poucos carboidratos, mas contêm muitas fibras de que o corpo necessita. O conteúdo de fibra e água dos vegetais fornece o conteúdo do estômago para que ele se encha mais rápido. O hipotálamo (a área do cérebro que recebe sinais para parar de comer) recebe uma mensagem de “cheio” em resposta ao estado completo da comida no estômago.

Se comermos muitos vegetais, o cérebro receberá a mensagem imediatamente. Você se sentirá satisfeito e terá tendência a não comer muito. Lembre-se de que você ainda precisa atender às suas necessidades de fibra, pelo menos 25 gramas para mulheres adultas e 38 gramas para homens adultos.

3. Não coma demais

Quando uma pessoa está em uma dieta pobre em carboidratos, isso não significa que o consumo de proteína e gordura possa ser o mais alto possível. Comer em excesso de carne e queijo não só representa um risco para a saúde, mas também pode aumentar o peso corporal, porque esses alimentos contêm muitas calorias. Coma quando estiver com fome e pare antes de ficar satisfeito.

4. Dê ao corpo um período de adaptação quando ele estiver apenas começando a dieta

Quando você decide fazer uma dieta pobre em carboidratos, seu corpo deve passar por um período de adaptação. Portanto, reduza a quantidade de carboidratos gradualmente, não reduza imediatamente a ingestão de carboidratos em grande extensão.

Saiba mais em: Everslim

Um corpo relaxado, sem energia e constipação são as mudanças iniciais que você experimentará. Nas primeiras semanas de sua dieta, preste atenção em como seu corpo se sente. Se os sintomas piorarem, consulte um médico ou nutricionista licenciado, pois esta dieta pode não ser adequada para você. Não compare o metabolismo do seu corpo com o de outros.

5. Pratique exercícios regularmente

Quando você decide mudar sua dieta, há uma grande tentação, uma delas é a preguiça de praticar esportes. Na verdade, os exercícios podem ajudar o corpo a controlar o peso e a queimar calorias.

Os exercícios também ajudam o sistema cardiovascular a funcionar com mais eficiência. Quando a saúde do coração e dos pulmões melhorar, você terá muita energia para as atividades diárias. Além disso, os exercícios também podem melhorar nosso humor e sono.

6. Sempre coma frutas e vegetais

Os vegetais e as frutas são uma boa fonte de vitaminas e minerais para o corpo. Vitaminas e minerais são necessários para todos os processos metabólicos do corpo. Quaisquer que sejam as fontes de alimento que comemos, precisamos de vitaminas e minerais para ajudar no processo de absorção no corpo.

6 ALIMENTOS RICOS EM COLÁGENO PARA FAZER SUA PELE BRILHAR

6 ALIMENTOS RICOS EM COLÁGENO PARA FAZER SUA PELE BRILHAR

Se os olhos são o espelho da alma, pelo estado da pele pode-se facilmente tirar uma conclusão sobre a idade de uma pessoa, sobre seu amor por si mesma e se ela consome colágeno suficiente. É essa proteína responsável pela elasticidade e brilho da pele, sustenta os tecidos conjuntivos, os músculos e até mesmo o trato digestivo. Quanto menos colágeno entra em nosso corpo com os alimentos, mais rugas aparecem no rosto. A pele envelhece rapidamente e cai, e as articulações e os tendões são destruídos.

O colágeno é sintetizado no corpo, mas depois de uma certa idade esse processo é muito mais lento. É por isso que é tão importante incluir alimentos ricos em proteínas estruturais em sua dieta após 20 anos. Então, o que você deve adicionar ao menu?

1. CALDO COM OSSO

Uma das fontes mais comuns de colágeno é o caldo feito após ferver aves ou bovinos com grãos. No entanto, qualquer outra carne serve. O principal é tê-lo com o osso. O preparo desse caldo não é rápido, mas o resultado não é apenas saboroso, mas também extremamente benéfico para a pele. Aliás, o caldo de carne é considerado o mais eficaz. A porção diária recomendada é de 170 – 340 g.

2. GELATINA

Como usá-lo é com você. Gelatina de frutas para sobremesa e peixes gelados serão igualmente úteis do ponto de vista do enriquecimento com colágeno. Se todos esses pratos não forem do seu gosto, tente simplesmente adicionar uma colher de gelatina ao seu smoothie favorito.

3 OVOS

A clara do ovo contém glicina e prolina, aminoácidos que contribuem para a produção de colágeno. E na gema do ovo – e no próprio colágeno. Além disso, os ovos têm muitas gorduras saudáveis ​​e vitamina D para ajudar a construir músculos e ossos. O melhor é consumir este produto no café da manhã e dar preferência aos ovos cozidos. A norma é 2 ovos por dia.

4. SALMÃO

Infelizmente, a lista de alimentos ricos em colágeno não é muito longa. O salmão não contém mais essa proteína. Mas existe o zinco, que promove a síntese de colágeno. E também ômega-3, que ajuda a hidratar a pele por dentro e, portanto, retardar significativamente o seu envelhecimento. Recomenda-se comer salmão em 115-140 g, duas vezes por semana. Se não funcionar, dê uma olhada mais de perto nas nozes e cogumelos. Eles também são ricos em zinco.

5. VEGETAIS COM FOLHAS VERDES

Também não se trata de colágeno, mas de substâncias que contribuem para sua síntese. Em particular, os vegetais verdes contêm clorofila. Ele está ativamente envolvido na produção de proteínas. Então vá para algas, rúcula, repolho e feijão verde. Para aumentar o efeito, tempere os vegetais com óleo de oliva ou gergelim – fontes de vitaminas A e K. Quer uma pele brilhante? Você pode comer com segurança 2-3 xícaras de vegetais por dia.

6. FRUTAS CÍTRICAS

Limões, laranjas ou toranjas – não importa qual fruta você escolher. É importante que todas as frutas cítricas contenham vitamina C, necessária para a produção de colágeno. Ele se liga a aminoácidos que estão envolvidos na formação de prolina. E a prolina é o precursor da proteína necessária para o brilho da pele. Mas tome cuidado para não comer mais de 2 frutas por dia.

Leia mais em: Bottox Caps

Por que o cabelo cai na doença reumática?

Por que o cabelo cai na doença reumática?

Por que meu cabelo cai quando tenho alguns problemas médicos, como doenças reumáticas? Muitas pessoas fazem essas perguntas quando veem seus cabelos começarem a cair e, na verdade, a queda de cabelo pode ser um efeito colateral ou um sinal de muitas condições e distúrbios no resto do nosso corpo.

 Precisamos entender que o crescimento do cabelo é um processo contínuo; durante sua vida, cada cabelo entra em três fases – uma fase de crescimento, involução e repouso – e no final, finalmente cai. Então, a cada dia perdemos em média 60 a 100 fios de cabelo, o que é normal. Mas se o seu cabelo começar a cair muito mais rápido e não voltar a crescer, é hora de perguntar ao seu médico ou mesmo fazer um transplante de cabelo FUE na Turquia.

As doenças reumáticas dependem do sexo ou da idade?

As doenças reumáticas afetam homens e mulheres. Em alguns tipos de doenças reumáticas, as mulheres são mais propensas a ter doenças específicas; em outros, entretanto, os homens predominam.

Além disso, o aparecimento da doença não depende da idade. O maior número de pacientes com doenças reumáticas são os idosos. Mas também as crianças podem sofrer dessas doenças.

Quais são as razões pelas quais os cabelos caem em doenças reumáticas?

O corpo humano apóia os processos vitais e tenta eliminar a inflamação. Portanto, a queda de cabelo pode ocorrer em doenças reumáticas. Isso ocorre porque o cabelo não é um produto necessário para nós e, portanto, o corpo priva o cabelo de nutrientes importantes, o que por sua vez leva a um encurtamento da fase de crescimento do cabelo; o próximo estágio é a entrada prematura do cabelo em uma fase de repouso, o que acaba fazendo com que ele caia mais cedo.

 Em geral, a queda de cabelo em doenças autoimunes é causada principalmente por danos às raízes do cabelo. Nessa situação, as raízes do cabelo são tratadas pelo corpo como estranhas, e as células do sistema imunológico as atacam e destroem. Esta queda de cabelo pode se manifestar como queda difusa ou queda de cabelo com áreas arredondadas intensamente delineadas.

 A queda de cabelo nas doenças reumáticas é encontrada não só no couro cabeludo, mas também em todo o corpo: isso pode levar à queda total do cabelo em todo o corpo, ou seja. calvície universal. Um problema adicional com a queda de cabelo pode ser causado por medicamentos usados ​​durante doenças reumáticas, pois podem afetar os processos de queda de cabelo.

 A boa notícia, entretanto, é que, se houver inflamação, mas ela for tratada com eficácia, há uma chance de o cabelo se recuperar se os folículos capilares não forem danificados. Infelizmente, devido ao fato de que a inflamação no reumatismo ocorre em ondas quando a inflamação é recorrente, a perda de cabelo também pode ocorrer. Portanto, você deve estar sempre atento e atento aos sinais de alerta enviados pelo seu corpo, pois a queda de cabelo está presente em muitas doenças reumáticas. 

Quais são os tratamentos para queda de cabelo reumática?

 Você nunca pode se livrar completamente do problema da queda de cabelo na doença reumática, porque é uma doença auto-imune, portanto, não pode ser completamente curada. Sempre pode haver risco de recorrência e, portanto, de aparecimento de cabelos.

 Como existem muitos tipos de doenças reumáticas, existem muitas maneiras de tratá-las. No tratamento das doenças reumáticas é muito importante mudar a dieta alimentar. O reumatologista e o nutricionista juntos podem decidir sobre uma nova dieta adequada para a doença.

 As doenças reumáticas geralmente são tratadas com medicamentos. Os medicamentos para reumatismo podem funcionar de duas maneiras; alguns deles causam um aumento na perda de cabelo, enquanto outros neutralizam. Os tratamentos fisioterapêuticos também têm um efeito positivo no tratamento de doenças reumáticas.

 É muito importante fornecer ao corpo a quantidade necessária de vitaminas e minerais. Em doenças reumáticas, a quantidade certa desses ingredientes pode reduzir o nível de queda de cabelo.

Posso prevenir a queda de cabelo?

As doenças reumáticas são doenças graves para os pacientes. Além disso, se ocorrer queda de cabelo em decorrência da doença, o desconforto do paciente aumenta. Portanto, os efeitos adversos devem ser evitados desde o início; pacientes que sofrem de uma doença reumática que também experimentam queda de cabelo devido a ela devem começar a estimular o crescimento de cabelo que ainda não foi danificado.

 Outro aspecto muito importante é o momento em que a doença foi descoberta. Quanto mais precoce for o diagnóstico, maiores serão as chances de diminuir as complicações da doença, incluindo – no curso – a queda de cabelo. Portanto, para evitar a queda de cabelo, você precisa reagir rapidamente, mesmo que tenha visto apenas pequenas mudanças em seu corpo. Se você já tem esse tipo de doença, pode tentar proteger seu cabelo usando medicamentos e outros tratamentos.

Leia também: Folichair

Regras básicas de carboidratos sem dieta: comentários emagrecimento

Regras básicas de carboidratos sem dieta: comentários emagrecimento

Meninas modernas e até mesmo alguns homens jovens tendem a perder peso com mais frequência nas próximas férias. Avaliações sobre as dietas para perda de peso sem carboidratos nos permitem entender que essa dieta realmente ajuda a perder peso significativo. Alimentos com carboidratos de caça são especialmente usados ​​para queimar as reservas de gordura.

Avaliações de carboidratos sem dieta para perda de peso com as fotos apresentadas no artigo. Como essa dieta é constantemente abordada não só por pessoas comuns, mas também por atletas e fisiculturistas, ela será interessante para todos. Graças a ele, em um período muito curto de tempo, pode reduzir significativamente o percentual de gordura corporal e identificar músculos.

Abaixo você encontra as regras das dietas sem carboidratos, avaliação do peso perdido, bem como suas principais vantagens e desvantagens. Todas essas informações certamente serão úteis para quem quer se tornar dona de um corpo esguio, sem gastar muito esforço, tempo e dinheiro.

Características nutricionais

A principal razão para a popularidade e o respeito dessa dieta é um alimento muito satisfatório e saboroso, que ajuda a queimar gordura com precisão, não a massa muscular. Após o fim da alimentação, o resultado do efeito dura muito tempo, mas somente sob as regras e princípios da boa nutrição.

Vantagens

O feedback positivo sobre os resultados da perda de peso com carboidratos sem dieta geralmente ocorre devido aos seus benefícios. Isso inclui:

  • para combinar livremente com exercícios;
  • especialistas chamam a dieta mais eficaz para perda de peso;
  • queima apenas gordura, não músculo;
  • a dieta não proporciona rejeição completa dos carboidratos e redução de seu número;
  • as restrições não se aplicam à quantidade de proteína consumida;
  • O corpo está saturado com a quantidade necessária de vitaminas e calorias.

menos

Às vezes, há opiniões sobre carboidratos sem perda de peso da dieta, o que indica suas deficiências. Seu número é de taxas significativamente mais baixas, mas levar em conta essas nuances é sempre necessário. Sua lista inclui:

  • se a dieta for mantida por muito tempo, a perda de peso pode parar e a saúde piorar;
  • não é nada fácil para as pessoas se acostumarem com a nova dieta;
  • Você precisa verificar sua ingestão calórica diária com tabelas especiais, para que eles não comam mais do que o normal.

Contra-indicações

Muitas vezes você pode ver avaliações negativas sobre perda de peso com carboidratos sem fazer dieta. Todos vêm de pessoas que não acham necessário chamar a atenção para as contra-indicações e só pioram a saúde com uma nova alimentação.

Os especialistas são estritamente proibidos de iniciar uma dieta na presença dos seguintes problemas:

  • doença cardíaca ou vascular;
  • operações recentes;
  • durante a gravidez ou lactação;
  • aparelho digestivo e fígado;
  • incapacidade de atingir a maioridade.

Eficiência

Os primeiros resultados positivos já são visíveis nos primeiros dias da dieta alimentar. Isso ocorre porque devido à falta de grandes quantidades de carboidratos, o corpo humano passa a utilizar as gorduras como fonte de energia.

O efeito é baseado na redução do peso corporal e na mudança de sua aparência. Como o percentual de gordura e músculo é reduzido, a figura fica mais nítida, deixando quadris e abdômen relaxados.

A regra

Avaliações sobre perda de peso segundo as regras básicas de carboidratos sem dieta são positivas. A regra básica é uma quantidade limitada de carboidratos consumidos. A variação depende da taxa permitida na dieta (de 20 a 250 g por dia).

A dieta clássica significa consumir 250 gramas de carboidratos. Mas eles estão aprendendo, quanto mais rápido eu quiser obter o resultado, menor será o número deles.

Produtos permitidos e proibidos

Com uma nova dieta para perda de peso, você pode comer os seguintes carboidratos:

  • frutas e bagas ácidas;
  • vegetais sem amido;
  • Os cereais são ricos em proteínas;
  • vegetais com folhas e ervas frescas.

É proibido consumir esses produtos na dieta:

  • álcool;
  • Água gasosa;
  • vegetais com alto teor de amido;
  • fruta doce;
  • e substitutos do açúcar;
  • produtos de chocolate;
  • cozimento.

Boas opiniões sobre carboidratos sem dieta perderam peso para deixar pessoas que expressaram preferência por refeições menores. Deve consistir de 5-6 refeições por dia, enquanto outras devem ser antes das 8:00 ou 4 horas antes de deitar.

Depois de um lanche por uma hora deve se abster de qualquer bebida. Mas, ao mesmo tempo, você só precisa beber cerca de meio litro de água limpa por um dia.

Atenção especial deve ser dada ao tipo e quantidade de carboidratos permitidos na dieta. Baseia-se nisso e constrói um menu. A melhor oferta de dieta – 2 a 3 semanas, e depois faça uma pausa de alguns meses.

Variações

Até o momento, a perda de peso oferece várias opções de dieta. Eles são todos muito eficientes e não muito complicados, então podem ser seguidos por qualquer pessoa. A modificação mais comum é uma dieta com duração de até 5 dias. Cada menina é testada em si mesma como eu, realmente magra em carboidratos sem fazer dieta. As respostas sobre isso, são apenas positivas, porque o efeito é incrível. A programação de energia aproximada para um dia será a seguinte:

  • B – Dois ovos ou 3 codornas, um pedacinho de queijo e uma xícara de café sem açúcar;
  • almoço – maçãs pequenas de coalhada verde e 9% de gordura (menos de 150 gramas);
  • almoço – orelha / caldo / sopa de vegetais sem batata / peixe assado ou cozido;
  • lanche da tarde – um copo de leite, kefir ou iogurte.

Não menos popular é a dieta de uma semana, graças à qual é possível perder cerca de 6 quilos:

  1. Durante o dia, podem comer frango ou coelho cozido, bem como suco de frutas cítricas, mas sem adição de açúcar. Para o almoço, recomendamos fazer uma salada fresca com uma colher de chá de azeite, suco de limão e para melhorar o sabor. O chá verde puro deve ser bebido entre as refeições.
  2. Neste dia, deve-se cozinhar carne magra e vegetais cozidos. Na forma final, a quantidade não deve ultrapassar 400 g – tudo dividido em 3 doses (core). Ao mesmo tempo, não se esqueça da água e do chá verde sem aditivos de açúcar.
  3. Seriam necessárias cinco refeições. Cada um deles deve consistir de carne e vegetais (50 g) e metade de toranja. Para o café da manhã e o jantar, você deve comer um ovo cozido e beber um copo de suco de toranja antes de cada refeição.
  4. Aqui, a dieta consiste em ovos cozidos no vapor, toranja, xícaras de iogurte (não mais de 1% de gordura), peixe e saladas cozidas (pepino, repolho, verduras). Todos esses produtos devem ser divididos em 5-6 recepções. De manhã e à noite, além dos pratos principais, deve beber uma chávena de chá (verde ou preto).
  5. No café da manhã, você pode tomar café sem açúcar e comer sopa de legumes no almoço, mas sem batatas. produtos lácteos são permitidos entre eles.
  6. Peso diário para comer guisados, saladas, diversas frutas cítricas, sucos e iogurtes.
  7. O último dia é composto por páprica com porco, ovo cozido, fruta e chá verde entre os principais métodos.

Como sair da dieta

Salvar resultados com uma nova dieta só pode ser feito se for a saída correta. Não há necessidade de no primeiro dia após a dieta comer qualquer coisa que chame a atenção, e é estritamente proibido antes. Aumentar o consumo de alimentos ricos em carboidratos é necessário gradualmente. Se desejar, novamente com uma baixa ingestão de carboidratos, você pode tomá-lo novamente, mas após um mês após o término do anterior. No começo, a necessidade de continuar bebendo água pura sem aditivos, chá verde puro e comendo mais frutas e vegetais.

Além disso, eles precisam manter o tom de forma e esforço físico. Os especialistas recomendam que você use academias regularmente ou passe algum tempo treinando em casa. Para melhorar a condição física da conexão passeio matinal diário, imediatamente após tomar um banho de contraste.

Carboidratos sem dieta: opiniões médicas e emagrecimento

A dieta recebeu muitas críticas positivas devido à natureza do alto desempenho. Isso é conhecido como perda de peso de pessoas e médicos. A maioria das pessoas alcançou resultados extraordinários em apenas algumas semanas, o que é uma surpresa para elas. Comentários e opiniões sobre carboidratos sem dieta para emagrecer resumem-se a uma coisa – é realmente eficaz e não traz nenhum dano, desde que cumpridos todos os requisitos e tendo em conta as contra-indicações. Freqüentemente, os consumidores dizem que essa dieta é muito rica. Graças a ele, você não deve se limitar a alimentos proteicos, que fornecem calorias suficientes e várias vitaminas.

Nutricionistas e outros médicos dizem que existem algumas desvantagens na dieta. Primeiro, eles dizem que o estado de saúde está se deteriorando devido ao baixo teor de carboidratos. Isso é verdade, mas a perda de peso não deve se limitar à alimentação necessária por muito tempo. Além disso, os especialistas dizem que a probabilidade de desenvolver a fobia de carboidratos de um organismo está na base de uma nova dieta. Se como emagrecimento todos completamente satisfeitos, pois perdem peso e alcançam seus objetivos em pouco tempo.

Conclusões

Concluindo, é necessário enfatizar os pontos mais importantes da alimentação:

  • Os carboidratos não estão sob proibição total e só podem ser consumidos em determinado valor;
  • O resultado é causado pela queima de gordura;
  • A dieta alimentar apresenta um número significativo de desvantagens e contra-indicações.

Tudo isso deve levar em consideração aquelas pessoas que querem emagrecer, mas não pioram sua saúde. Mas, antes de embarcar nessa dieta, é melhor procurar ajuda de um médico até que tudo esteja bem.

Leia também: Everslim

Dicas para deixar sua vida sexual mais feliz

Mesmo que você não acredite, gastar um pouco mais de tempo em preliminares para beijar e acariciar um ao outro pode alimentar a paixão ainda mais e melhorar o relacionamento sexual que se segue.

Quando se trata de sexo, existem muitos pontos de vista. 

Porém, e todos nós sabemos disso, estamos sempre em busca do melhor caminho. Todos nós queremos sexo mais agradável.

Mulheres e homens são realmente diferentes quando se trata de privacidade, porque cada um tem uma maneira diferente de aproveitá-la.

É importante que você saiba que o sexo é muito pessoal. 

É algo que só você e seu parceiro podem discutir para chegar a um acordo e descobrir o que mais atrai um ao outro.

Frequentemente, pensamos (erroneamente) que o sexo se baseia na penetração, no orgasmo e só.

Não há nada mais longe da realidade! Sexo vai muito além disso.

É desfrutar, sentir e se conectar com seu parceiro enquanto se diverte. 

É por isso que abaixo damos 9 dicas para tornar seu sexo muito mais agradável.

Como tornar o sexo mais agradável?

É muito importante manter a chama do casal, por isso temos que inovar e mudar a rotina. 

Isso tornará a relação muito mais interessante e excitante.

Além de praticar as diferentes posições do Kama-Sutra, o jogo das preliminares é fundamental para desfrutar mais da sexualidade. 

Por isso é tão importante usar técnicas e alguns truques para torná-lo inesquecível.

Use seus ativos de sedução

Uma boa apresentação contribui muito para uma boa abordagem sexual. 

Portanto, recomendamos que você se lave e se vista bem. Saiba que não é agradável ser confrontado com uma pessoa negligenciada, com a barba por fazer ou com um cheiro ruim.

Aumente o desejo

O jogo das preliminares visa aumentar o desejo entre os dois parceiros e não precisa acontecer logo antes de entrar no quarto. 

Comece a paquerar desde cedo: acaricie o cabelo dela, brinque com a gravata…

Na hora de agir, você pode brincar com as orelhas, cobrir o pescoço e o peito de beijos.

Outra opção bastante excitante são as massagens. Se ele teve um dia estressante no trabalho, faça uma massagem nas costas, com óleos essenciais relaxantes. 

Isso diminui o hormônio do estresse, ou cortisol, e aumenta a serotonina.

Massageie seus braços, suas mãos enquanto você o beija… ele / ela vai adorar!

As danças eróticas são uma opção muito boa. 

Você pode colocar uma música sensual que você goste e dance juntos. 

Se quiser, você pode se destacar individualmente, fazendo uma dança apaixonante enquanto se despe.

3. Você come beijos

Isso está fortemente relacionado com o anterior. Beijar é essencial . Beijo no escuro, languidamente, olhando-se nos olhos.

Você pode beijar todas as partes do corpo dela: orelhas, pescoço …

Separamos também para você um vídeo sobre o assunto:

4. Experimente novas posições

A posição mais comum e amplamente utilizada é a do missionário. 

É prático e agradável para ambos os parceiros, pois permite que olhem nos olhos um do outro. 

Além disso, você pode aproveitar para beijar seus lábios, mordiscar seus braços ou acariciar suas costas.

Mas você pode tentar outras posições. Procure e converse com seu parceiro para descobrir o que ele quer fazer ou o que gostaria de tentar.

Você pode tentar a famosa cowgirl, a mulher acima do homem. A posição favorita de muitos homens: estilo cachorrinho. 

Experimente esta posição e você descobrirá que também gosta dela.

Leia também: Dicas para você surpreender na cama.

5. Cuidado com as carícias

As carícias são muito importantes, mas muitas vezes não são mais carícias. 

Afagar não significa massagear, então preste atenção na força de seus golpes.

Use as mãos para tocar seu rosto, bochechas, pescoço, peito e costas. 

Carícias lentas reacendem a paixão.

6. O que devo dizer?

Diz-se que o clitóris fica no ouvido porque muitas mulheres afirmam que amam e isso as excita ao ouvir palavras como: “Você é linda”, “Você é super sexy” ou “Eu gosto de você. ”.

É muito importante que haja estimulação por meio de palavras na relação sexual

Vai trazer mais sensualidade neste momento.

7. A duração ideal para sexo prazeroso

Homens que não duram muito, mas são violentos e agressivos na cama tendem a não atrair as mulheres. Lembre-se de que menos é mais.

O melhor é manter um ritmo mais calmo, mas que dure entre 15 e 20 minutos para que você possa explorar cada sensação.

8. Adicione lubrificante

Embora você não pense nisso, às vezes o látex dos preservativos resseca o fluido vaginal, então o lubrificante é recomendado. 

Isso o impedirá de encontrar esse problema e permitirá que você tenha ainda mais sensações.

Acreditamos que essas dicas já serão o suficiente para te fazer ter uma vida sexual melhor.

Nós vamos ficando por aqui mas se você quiser voltar para nossa página inicial é só clicar no link.